Dicas para introdução alimentar


Dicas para introdução alimentar 1024x525 - Dicas para introdução alimentar

Há duas maneiras de iniciar a introdução alimentar do seu bebê: na forma BLW (técnica de dar pedaços inteiros para que o bebê segure e mastigue), e na tradicional forma de papas amassadas, que é como a maioria dos pais ainda se sente mais segura. Seja qual for a sua técnica, há algumas dicas que você pode seguir para tornar tudo mais fácil:

-Os bebês geralmente tem preferência pelo sabor adocicado, que é o sabor do leite materno. Seguindo essa lógica, iniciar a alimentação com papinhas doces, feitas com frutas, tende a tornar a aceitação dos alimentos pelo bebê mais fácil.

-Para ter mais chance de sucesso e não “assustar” o organismo da criança, o começo é lento e gradual. Eis uma sugestão para o início da introdução alimentar:

Semana 1: 1 fruta pela manhã

Semana 2: 1 fruta pela manhã + papinha salgada no almoço

Semana 3 em diante: 1 fruta pela manhã + papinha salgada no almoço + 1 fruta à tarde + palpinha salgada no jantar

-Quando iniciar a introdução alimentar e/ou quando introduzir um alimento novo, procure dá-lo ao bebê por dois dias seguidos. Dessa forma, se houver reação alérgica, você saberá qual é o agente causador.

-A variedade é fundamental para manter a criança interessada na comida. Respeitando a idade da criança, procure sempre experimentar novos ingredientes, e variar na maneira de prepará-los.

-Rotina é fundamental para o bebê em todos os momentos dele, inclusive durante a introdução alimentar. Procure oferecer a refeição sempre no mesmo horário e sempre no mesmo local, seja a cadeira de alimentação ou o carrinho. Dessa forma, ele entenderá quando chegar o momento de comer.

-Hora de comer é hora de comer. Quando estiver alimentando o bebê, evite distraí-lo com televisão ou brinquedos.

-É tudo muito novo, e uma recusa inicial não quer dizer que a criança realmente não gosta daquele ingrediente. Se ela não aceitou em uma primeira refeição, ofereça em outro momento.

-Por outro lado, jamais a force a comer. É preciso ter bom senso, para não transformar a hora das refeições em uma tortura. Se o bebê empurrar a colher para longe, fechar completamente a boca ou fizer ânsia de vômito, pare de insistir e deixe para tentar de novo em outra ocasião.

-Deixar que o bebê manipule a comida é uma dica de ouro para despertar o interesse dele, em um momento de recusa. Se ele quiser virar o pratinho na mesa, fazer bagunça e tentar comer com as mãos, respire fundo e deixe. Água e sabão resolve tudo, depois.

-Você decide o que o seu bebê come, e ele decide a quantidade. O estômago da criança é pequeno, e muitas vezes uma colher de sopa de comida já vai deixá-lo satisfeito. Evite insistir com frases do tipo “só mais um pouquinho”.

Essas são algumas dicas para que o início da introdução alimentar seja um sucesso.


Obs: Todos estes detalhes, você encontra no 100 receitas para bebês, um livro super completo, com 100 receitas de papinhas e dicas muito valiosas.

manual das papinhas adesivo de parede 1024x762 - Dicas para introdução alimentar

Acesse o 100 Receitas para bebês, e garanta uma introdução alimentar super saudável para seu bebê.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *